Logo e frase

Graduação

CONCEPÇÃO DO CURSO

O Bacharelado em Administração oferecido pela Faculdade Nossa Senhora Aparecida - FANAP se consolida a cada ano, com mais de 250 alunos graduados até 2010. O curso de Administração torna-se, assim, cada vez mais importante, pois proporciona às comunidades local e regional profissionais qualificados com formação acadêmica motivada pela participação em eventos, pela oferta de estágio empresarial, pelos contatos profissionais e trocas de experiências com empresários renomados.

A matriz curricular é flexível e garante a oportunidade diferenciada de conclusão do curso, possibilitando a construção de uma sequência autônoma das disciplinas, sem a exigência de pré-requisitos.

Assim, o curso de Administração na Faculdade Nossa Senhora Aparecida vem se destacando no cenário regional e demonstra quão necessária é a formação acadêmica, capaz de proporcionar melhor desenvolvimento à comunidade local, a partir da contribuição de profissionais qualificados e éticos, para o atendimento às demandas atuais e futuras, com respeito à alteridade e à diversidade cultural.

Assim, inserido em um mercado de trabalho em franca expansão, como o do município de Aparecida de Goiânia, carente de profissionais com formação técnica e acadêmica, o Bacharelado em Administração da FANAP vislumbra gerar profissionais com uma formação holística e humanística, competentes e cidadãos, aptos a exercerem seu papel profissional na região, com responsabilidade social e profissional.

OBJETIVO GERAL

Formar Administradores com visão sistêmica das organizações, aptos a atuar de forma pró-ativa em situações novas e em contínua mutação, como é o caso das empresas contemporâneas.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Formar profissionais em Administração com senso de cidadania, ampliado pelo exercício acadêmico, voltado para reflexões críticas, de natureza humana, social, ambiental e organizacional;

Formar profissionais com capacidade para propor cenários estratégicos alternativos;

Desenvolver, além da capacidade analítica, executiva e decisória, condições de realizar pesquisas em busca de soluções para os problemas existentes;

Estimular a busca de novos métodos e técnicas administrativas, ordenando e aplicando, racionalmente, os recursos, tendo em vista a execução de fins imediatos e fundamentais das organizações, qualquer que seja a sua natureza ou porte;

Desenvolver a capacidade de assumir os diversos níveis de responsabilidades diretivas dentro da organização, promovendo a integração de seus membros;

Formar profissionais com capacidade de planejar, organizar, dirigir, coordenar e controlar processos técnicos que visem otimizar as áreas de recursos humanos, de finanças, de produção e de mercadologia, tendo em vista a melhoria das organizações;

Dirigir e coordenar estudos e análises, bem como, implementar programas de racionalização administrativa;

Dirigir programas de avaliação, políticas, planos e metas, orçamentos, sistemas, métodos e procedimentos, tendo em vista a eficiência e a eficácia da atividade administrativa, voltados para a implementação de empreendimentos;

Coordenar, analisar e elaborar planos para o desenvolvimento das organizações, levando em conta as influências de fatores econômicos, socioculturais, históricos e ambientais, políticos e tecnológicos.

PERFIL DO EGRESSO

O egresso do curso de Administração, além das competências e habilidades desenvolvidas durante o curso, é um profissional generalista/polivalente, no que tange às dimensões cognitivas e que expressa comportamento pautado na ética e no respeito às diferenças e particularidades do indivíduo.

Esse novo profissional apresenta capacidade e aptidão para compreender as questões científicas, técnicas, sociais e econômicas da produção e de seu gerenciamento, observados os níveis graduais do processo de tomada de decisão, bem como, para desenvolver gerenciamento qualitativo e adequado, revelando a assimilação de novas informações e apresentando flexibilidade intelectual e adaptabilidade contextualizadas no trato de situações diversas, presentes ou emergentes, nos vários segmentos do campo de atuação do administrador.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O profissional formado em Administração pode atuar, praticamente, em todos os departamentos de uma organização, seja esta pública ou privada. Como sua atuação é bastante diversificada, encontra oportunidades em empresas de todos os portes e segmentos, desde que possua habilidades fundamentais para um bom desempenho: planejamento, liderança, criatividade, visão globalizada, capacidade de gerenciar recursos materiais, financeiros, físicos e tecnológicos, rapidez de raciocínio e adaptação às mudanças, poder de persuasão e senso de responsabilidade social.

 

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Bacharelado

Duração do curso: 8 (oito) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 300 vagas anuais

Denominação do curso: Bacharelado em Administração

Curso reconhecido pela Portaria SERES nº 617, de 21/11/2013 - DOU 22/11/2013. Renovado o Reconhecimento pela Portaria SERES nº 704, de 18/12/2013 – DOU 19/12/2013.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Prof. Dr. Rubem Boff  |  E-mail: rubemboff@fanap.br

 
 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

Revista de Administração Contemporânea (RAC)

Revista de Administração de Empresas (RAE)

Revista de Administração da USP (RAUSP)

Revista Eletrônica de Administração (REAd)

CONCEPÇÃO DO CURSO

O contador hoje tem funções infinitamente mais amplas, sobretudo voltadas para o gerenciamento dos negócios, para a estruturação e para o gerenciamento dos sistemas de informações da empresa.

Assim, o Curso de Ciências Contábeis da FANAP foi concebido para formar profissionais da área de Ciências Sociais Aplicadas, especificamente de Ciências Contábeis, capacitando-os a atuarem junto aos diversos segmentos da sociedade organizada, enfocando além dos aspectos técnicos, também a formação pessoal, através dos princípios éticos, morais e sociais que caracterizam o cidadão.

O projeto pedagógico do curso busca não somente fornecer ao profissional sólida base epistemológica e metodológica, mas também a interação entre a teoria e prática, a oportunidade de refletir os aspectos éticos e a responsabilidade social.

OBJETIVO GERAL

O curso de Bacharelado em Ciências Contábeis apresenta como objetivo geral a formação de profissionais com competências e habilidades para elaborar e analisar demonstrativos e relatórios contábeis, sejam eles de finalidade interna ou externa, bem como coletar, reunir, sumarizar e avaliar os dados e as informações para o processo de tomada de decisão de qualquer gestão.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Busca-se atender aos seguintes objetivos específicos, no sentido de formar profissionais capacitados para:

promover realização de estudos sobre os fatos contábeis da administração geral das entidades privadas e/ou públicas;
realizar os estudos dos desdobramentos referentes a fatos administrativos, com o fim de conhecer minuciosamente o produto das operações e seus reflexos patrimoniais;
promover estudos relativos ao registro e análise dos fatos ocorridos, setorialmente, em cada organização;
estudar e aplicar técnicas de controles e análises às contas do sistema financeiro das entidades;
realizar estudos e registros necessários ao atendimento dinâmico das diversas áreas da legislação fiscal e tributária, que afetam e provocam modificações no patrimônio das entidades;
promover estudos e interpretações dos dados quantitativos e qualitativos das empresas, com o objetivo de informar, orientar e guiar a administração em termos de gestão e tomada de decisões;
elaborar, acompanhar a execução e/ou análise das demonstrações contábeis de quaisquer entidades;
atuar como gestores nos mais diversos tipos de entidades como empresário da Contabilidade ou, ainda, de forma autônoma, como Consultor, Auditor, Analista ou Contador Autônomo.

PERFIL DO EGRESSO

O egresso do curso de Ciências Contábeis da FANAP deve apresentar perfil que possibilite desenvolver e aplicar raciocínio conceitual e analítico da contabilidade, seguindo como base orientativa os princípios fundamentais da contabilidade, para a compreensão das transformações do mundo dos negócios e da tecnologia, bem como selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas no processo de gestão e controle gerencial para tomar decisões mediante a visão sistemática, holística e interdisciplinar da atividade contábil. O egresso, também deve ter habilidades para:

- trabalhar individualmente ou em grupo;

- identificar, caracterizar, estruturar e apresentar rápidas soluções de problemas que afetam a empresa;

- elaborar demonstrativo e relatórios contábeis, sejam eles de finalidade interna ou externa, bem como coletar, reunir, sumarizar, e avaliar os dados e as informações para o processo de tomada de decisão de quaisquer gestão;

- desenvolver, implantar, acompanhar e analisar os sistemas contábeis de custos, controle gerenciais e de auditoria.

O egresso do curso de Ciências Contábeis da FANAP será um profissional capacitado a compreender as questões científicas, técnicas, sociais, econômicas e financeiras, nos diferentes modelos de organização; que apresenta pleno domínio das responsabilidades funcionais envolvendo apurações, auditorias, perícias, arbitragens, noções de atividades atuariais e de quantificações de informações financeiras, patrimoniais e governamentais, com a plena utilização de inovações tecnológicas; e capacidade crítico analítica de avaliação, quanto às implicações organizacionais com o advento da tecnologia da informação.

O avanço das técnicas em Controladoria, Auditoria e, notadamente nos Sistemas de Informações Contábeis tem reservado ao Bacharel em Ciências Contábeis um dos papéis mais relevantes tanto no registro sistemático e cronológico das informações, como no subsídio à formulação de decisões nos mais diferentes níveis gerenciais. Os relatórios gerenciais oriundos de sistemas integrados de informações passaram a ser utilizados em todos os níveis administrativos, resultando num uso mais intensivo das informações contábeis, tanto como subsídio à formulação de decisões, como instrumento de controle interno.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

Dessa forma, o egresso do Curso de Ciências Contábeis poderá:

- Planejar, executar e controlar atividades contábeis e empresariais nos mais diversos setores, tanto do ponto de vista fiscal quanto gerencial;

- Desenvolver autonomia para o autogerenciamento e a reciclagem profissional;

- Transformar dados contábeis em informações gerenciais úteis para decisões da direção ou do público externo (investidores);

- Adequar relatórios contábeis aos princípios fundamentais de contabilidade locais, de outros blocos econômicos ou universais;

- Desenvolver a ética nas relações profissionais, na precisão dos trabalhos e nos registros.

 

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Bacharelado

Duração do Curso: 8 (oito) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 120 vagas anuais

Denominação do Curso: Bacharelado em Ciências Contábeis

(curso autorizado pela portaria MEC n.º 243 de 11/02/1999, D.O.U. de 17/02/1999, e reconhecido pela portaria MEC nº 722 de 19/03/2004, D.O.U. de 22/03/2004. Renovado o reconhecimento pela portaria MEC n° 3.829 de 08/11/2005, D.O.U. de 09/11/2005). Renovado o reconhecimento pela portaria SERES Nº 311 de 02/08/2011, D.O.U. de 04/08/2011.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A - A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Prof. M.e João Cândido Barbosa  |  E-mail: coord.cc@fanap.br

 
 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

 

Portal de Contabilidade

Revista FENACON

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

O Curso de Direito da FANAP, ministrado no município de Aparecida de Goiânia, Estado de Goiás, foi concebido com a seguinte base legal:

a) Portaria Normativa nº 147, de 2 de fevereiro de 2007;

b) Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Direito – Resolução CNE/CES nº 9, de 29 de setembro de 2004, publicada no D.O.U. de 01 de outubro de 2004, pp. 17/18, S.1;

c) Instrução Normativa n° 01/1997, publicada no D.O.U. de 04 de setembro de 1997, p. 19.524, S.1. Instrução Normativa nº 02/1997, publicada no D.J. de 12 de dezembro de 1997, p. 68095, S.1. Instrução Normativa nº 03/1997, publicada no D.J. de 19 de dezembro de 1997, p. 68.095, S.1. Todas da lavra da Comissão de Ensino Jurídico do Conselho Federal da OAB;

d) Portaria MEC nº 1.886, de 30 de dezembro de 1994.

A formação em Direito foi uma das áreas da educação superior que sofreu mais transformações ao longo das últimas décadas. A partir da Constituição Federal de 1988 e, sobretudo, tendo como marco a Portaria MEC nº 1.886/1994, os paradigmas teórico e metodológico que conformavam o ensino do Direito foram profundamente alterados.

Dessa forma, o Curso de Direito da FANAP se materializa mediante uma proposta de educação que propicia uma sólida formação geral, humanística e axiológica, aliada a postura reflexiva e de "visão crítica que fomente a capacidade e a aptidão para a aprendizagem autônoma e dinâmica, indispensável ao exercício da Ciência do Direito, da prestação da justiça e do desenvolvimento da cidadania", conforme estabelecido na Resolução CNE/CES nº 09/2004.

Nesse sentido, abandona a formação jurídica estritamente dogmática e de caráter "enciclopédico", baseada em procedimentos e métodos de ensino que privilegiam a memorização e a apreensão acrítica de conceitos e valores, para se estruturar em torno de uma proposta avançada, não exatamente por conta de "novidades ou inovações disciplinares", mas inovações de caráter pedagógico que buscam uma postura mais dinâmica dos alunos. Para tanto, utilizará novas ferramentas de ensino, que a um só tempo possam contribuir para a implementação de um processo de ensino-aprendizagem emancipatório, permitindo a abertura de espaços para a reflexão e a construção do próprio conhecimento.

OBJETIVO GERAL

O objetivo geral do Curso de Direito é formar profissionais de visão transcendente aos aspectos técnicos de sua profissão, capazes de aplicar o Direito, mas também, de criticá-lo e fornecer meios para a sua alteração, aptos a cumprir com a sua missão social e política, de maneira a desempenhar uma presença na vida do país, que não se restrinja a executar, burocraticamente, a sua tarefa.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Proporcionar uma sólida formação geral, humanística e axiológica, com o domínio dos fundamentos de compreensão e utilização do Direito, em suas variadas manifestações e aplicações;
Possibilitar ao aluno o desenvolvimento de postura reflexiva e de visão crítica que fomente a capacidade e a aptidão para a aprendizagem autônoma e dinâmica;
Capacitar os alunos para as demandas da realidade em que a Instituição se insere, considerando, principalmente, a forte vocação industrial de Aparecida de Goiânia;
Estimular a pesquisa e a extensão, visando à produção e à divulgação do conhecimento jurídico adequado à realidade social, assim como, à adequação da formação oferecida às demandas da sociedade.

PERFIL DO EGRESSO

O perfil do egresso do Curso de Direito repousa em sólida formação geral, humanística e axiológica, com capacidade de análise, domínio de conceitos e da terminologia jurídica, adequada argumentação, interpretação e valorização dos fenômenos jurídicos e sociais, aliada a uma postura reflexiva e visão crítica que fomente a capacidade de trabalho em equipe, favoreça a aptidão para a aprendizagem autônoma e dinâmica, indispensável ao exercício da Ciência do Direito, da prestação da justiça e do desenvolvimento da cidadania.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O bacharel em Direito da FANAP estará apto a atuar nas variadas possibilidades da intervenção profissional, seja em carreiras tradicionais como a advocacia, a magistratura e o ministério público, ou a transitar pelas novas funções que se abrem no mercado de trabalho como: consultoria a empresas, orientação jurídica de organizações não governamentais, etc. Considerando a ênfase proposta, os egressos estarão preparados para atuar junto à realidade da região em que a Instituição se insere, considerando, principalmente, a forte vocação industrial de Aparecida de Goiânia.

O Curso de Graduação em Direito forma bacharéis em que devem possuir conhecimentos suficientes para, uma vez atendidas as exigências de ingresso, o exercício de uma das profissões jurídicas, tais como a advocacia, a magistratura e o ministério público. A formação em Direito é, portanto, genérica, não permitindo o exercício imediato de quaisquer das profissões jurídicas. O bacharel em Direito, por consequência, deve ser preparado para o exercício de uma gama de atividades, como ponto de partida para o ingresso nas carreiras jurídicas. Seu perfil deve ser, em formação superior, básica, necessariamente generalista, mesmo quando eleita uma determinada ênfase curricular.

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Bacharelado

Duração do Curso:  10 (dez) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas:  200 vagas anuais (100 diurno / 100 noturno)

Denominação do Curso: Bacharelado em Direito

O Curso de Direito foi autorizado pela portaria MEC Nº 235, de 28 de junho de 2011, publicada no D.O.U. de 29/06/2011 e Reconhecido pela Portaria SERES nº 114, de 17/02/2017 - publicada no D.O.U. em 20/02/2017.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Prof. Dr. José Querino Tavares Neto  |  E-mail: coord.direito@fanap.br

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

Cronograma - Avaliação Aprendizagem 2015

LIVROS - LER ON-LINE

Direitos Fundamentais Sociais - Helder Baruffi

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

O Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Engenharia de Produção da FANAP, observados os preceitos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.394/1996), foi concebido com base na Resolução CNE/CES nº 11/2002, que instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Engenharia.

O PPC de Engenharia de Produção atende à Resolução CNE/CES nº 02/2007, que dispõe sobre carga horária mínima e procedimentos relativos à integralização e duração dos cursos de graduação, bacharelados, na modalidade presencial.

Atende ainda ao disposto no Decreto nº 5.626/2005, que regulamenta a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre o Ensino da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS, e ao Decreto nº 5.296/2004, que dispõe sobre as condições de acesso para portadores de necessidades especiais; na Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999 e no Decreto nº 4.281 de 25 de junho de 2002, que estabelecem as políticas de educação ambiental; na Resolução CNE/CP nº 01, de 17 de junho de 2004, que estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana; e na Resolução CNE/CP nº 01, de 30 de maio de 2012, que estabelece as Diretrizes Nacionais para a Educação em Direitos Humanos.

O PPC de Engenharia de Produção está em consonância com o Projeto Pedagógico Institucional – PPI e com o Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI da FANAP.

Assim, o Curso de Graduação em Engenharia de Produção busca atender as necessidades regionais, considerando suas peculiaridades sociais, ambientais e culturais. Ademais, com a criação do Curso de Graduação em Engenharia de Produção, a FANAP estará contribuindo para a ampliação das oportunidades de acesso à formação superior em área cuja atual oferta não é capaz de absorver as demandas da sociedade e do mercado de trabalho.

OBJETIVO GERAL

Formar profissionais habilitados para desempenhar as atividades de projeto, implantação, operação, otimização e manutenção de sistemas integrados de produção de bens e serviços.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Assegurar a articulação entre o ensino, investigação científica e extensão, garantindo uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, que leve à construção do perfil almejado;
Desenvolver os conteúdos, as competências e habilidades fundamentais à formação profissional;
Preparar profissionais capacitados a exercer todas as funções clássicas da Engenharia de Produção como projetar, implantar, operar, otimizar e manter sistemas integrados de produção de bens e serviços;
Preparar profissionais capazes de contribuir para o desenvolvimento de novos modelos empregáveis à profissão;
Buscar a abordagem precoce de temas inerentes às atividades profissionais de forma integrada, evitando a separação entre os núcleos básico, profissionalizante e específico;
Favorecer a flexibilização curricular de forma a atender interesses mais específicos/atualizados, sem perda dos conhecimentos essenciais ao exercício da profissão;
Estimular as dinâmicas de trabalho em grupos, por favorecerem a discussão coletiva e as relações interpessoais;
Valorizar as dimensões éticas e humanísticas, desenvolvendo no aluno atitudes e valores orientados para a cidadania e a prática profissional;
Disponibilizar tempo para a consolidação dos conhecimentos e para as Atividades Complementares objetivando progressiva autonomia intelectual do aluno;
Desenvolver atitude investigativa que favoreça o processo contínuo de construção do conhecimento, por meio da investigação científica e da extensão.

PERFIL DO EGRESSO

O egresso do curso de Graduação em Engenharia de Produção estará preparado para interpretar de maneira dinâmica a realidade e nela interferir, identificando e solucionando problemas, bem como produzindo, aprimorando e divulgando conhecimentos, tecnologias, serviços e produtos. Em função da formação recebida, embasará seus julgamentos e decisões em critérios de rigor técnico-científico, em referenciais éticos e legais bem como em compromissos com a cidadania.

O egresso estará habilitado ainda a avaliar o impacto potencial e real de sua atuação profissional; a buscar contínua atualização e aperfeiçoamento; e a desenvolver ações estratégicas no sentido de ampliar e aperfeiçoar as suas formas de atuação profissional contribuindo para o desenvolvimento da área de Engenharia de Produção.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O Engenheiro de Produção atua no projeto, implantação, operação, otimização e manutenção de sistemas integrados de produção de bens e serviços. Em sua atividade, incorpora aos setores produtivos, conceitos, técnicas e ferramentas da qualidade administrativa. Coordena e supervisiona equipes de trabalho; realiza pesquisa científica e tecnológica e estudos de viabilidade técnico-econômica; executa e fiscaliza obras e serviços técnicos; efetua vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres. Em sua atuação, considera a ética, a segurança e os impactos socioambientais.

O Engenheiro de Produção poderá atuar na produção industrial, nos seus mais diversos setores; em empresas e laboratórios de pesquisa científica e tecnológica. Também poderá atuar de forma autônoma, em empresa própria ou prestando consultoria.

 

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Bacharelado

Duração do Curso: 10 (dez) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 150 vagas anuais

Denominação do Curso: Bacharelado em Engenharia de Produção

Curso autorizado pela Portaria SERES, nº 212, de 27 de março de 2014, publicada no D.O.U de 28/03/2014.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Prof. Dr. Rubem Boff  |  E-mail: coord.cc@fanap.br

 
 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

O curso de Pedagogia da Faculdade Nossa Senhora Aparecida - FANAP – compreende a educação como uma possibilidade de emancipação dos sujeitos, num exercício contínuo de transformação da realidade social em prol de uma prática educativa mais inclusiva, autônoma e democrática.  Assim, o curso é alicerçado numa concepção de educação ampla e pautada pelo desenvolvimento de profissionais autônomos e críticos, numa proposta pedagógica moderna e dinâmica.

OBJETIVO GERAL

Formar profissionais conscientes da realidade em que estão inseridos, capazes de compreender as dimensões políticas e filosóficas da educação, nos seus mais diferentes espaços, proporcionando sólida fundamentação teórica e prática, para atuar de forma crítica, democrática e participativa na sociedade contemporânea, com vistas ao desenvolvimento de uma ação eficiente em suas áreas de atuação.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Desenvolver competência para atuarem em instituições públicas ou privadas, em contextos escolares e não escolares;

Formar docentes capazes de uma atuação profissional crítica, coerente, eficaz e transformadora da realidade;

Proporcionar meios de compreensão, pelo futuro profissional, da função social da escola, tendo em vista o aprendizado de uma prática pedagógica que vise contribuir para a compreensão crítica dessa sociedade;

Preparar pedagogos qualificados para atuarem na área educacional de forma fundamentada, eficiente e com qualidade, oferecendo condições para que aprofundem seus conhecimentos numa perspectiva histórica, filosófica, científica e teórica;

Incentivar o trabalho de pesquisa e investigação científica, visando o desenvolvimento da ciência e da tecnologia e da criação e difusão da cultura;

Conhecer e compreender de forma crítica da realidade educacional local, regional e nacional;

Apropriar-se dos subsídios teóricos e práticos fundamentados no desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão;

Construir o conhecimento pedagógico e uma prática educacional transformadora;

Qualificar para a intervenção pedagógica eficaz nos processos de aprendizagem;

Atuar na organização do trabalho pedagógico, quer no espaço escolar, quer em outras modalidades de educação, institucionalizadas ou não.

PERFIL DO EGRESSO

O Pedagogo formado pelo curso de Pedagogia da Faculdade Nossa Senhora Aparecida  é um profissional empenhado com a qualidade da educação e dos processos de ensino-aprendizagem nos diversos ambientes educativos. Conhecedor de diversas teorias e práticas pedagógicas inserido no contexto histórico-social contemporâneo. Habilitado para exercício da docência na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental bem como para funções pedagógicas em diversos espaços educacionais ou em outras atividades nas quais sejam exigidos conhecimentos específicos. Terá, ainda, a fundamentação necessária à organização de sistemas, unidades, projetos, experiências educacionais e o planejamento, gestão e a execução de projetos educacionais tanto em espaços escolares, quanto em espaços não escolares.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O curso de Licenciatura em Pedagogia destina-se à formação de profisisonais para exercer funções de magistério na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental, na Educação de Jovens e Adultos e na Educação Profissional. Além de atuar na área de serviços e apoio escolar e na Gestão Educacional como coordenadores pedagógicos, administradores, supervisores e orientadores educacionais.

O pedagogo poderá atuar ainda em Hospitais, Brinquedotecas, nos departamentos de Recursos Humanos das Empresas e no Terceiro Setor.

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Licenciatura

Duração do Curso: 8 (oito) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 200 vagas anuais

Denominação do Curso: PEDAGOGIA, LICENCIATURA
Curso Reconhecido pela Portaria SESU Nº 879, de 15/07/2009 - DOU 16/07/2009, Renovado o Reconhecimento nos termos da Portaria SERES Nº 1.093 DE 24/12/2015 – DOU 30/12/2015, no âmbito do Instituto Superior de Educação.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Profa. Dra. Valdivina Alves Ferreira  |  Coord. Adj. Profa. M.ª Luciane Silva de Souza Carneiro  |  E-mail: coord.pedagogia@fanap.br

 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

Em Aberto

Revista Inter Ação

Educação & Sociedade

Revista EducaTiva

CONCEPÇÃO DO CURSO

A implantação de curso de Serviço Social pela FANAP justifica-se ainda pela ênfase deste curso que prioriza a realidade econômica da Região, caracterizada pela forte vocação industrial e comercial. A atuação do Serviço Social está ligada aos fatos do contexto geral da sociedade e dos processos econômicos, das classes e das ciências sociais, desde os primórdios de sua existência.
A implantação do curso de Serviço Social no município de Aparecida de Goiânia constituiu-se numa medida com o intuito de promover o desenvolvimento socioeconômico da localidade, assim como, promover a inclusão social. 
A iniciativa, de grande relevância, contribuiu para elevar o nível de escolaridade local, reforçando as reais condições para a geração do desenvolvimento da Região. A educação, indiscutivelmente, é a condição básica para o crescimento socioeconômico, o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida.

OBJETIVO GERAL

Qualificar profissionais competentes em sua área de desempenho e generalistas em sua formação intelectual e cultural, capazes de propor estratégias criativas em seu campo de trabalho, contemplando em sua intervenção profissional os aspectos e as questões regionais. Essa formação multidimensional deve resultar em Assistentes Sociais preparados para desempenhar suas funções, estabelecendo relações sociais com profissionais de diferentes categorias e guardando sua especificidade nesse processo de articulação de saberes nos diversos espaços profissionais.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Desse modo, o Curso de Serviço Social da Faculdade Nossa Senhora Aparecida - FANAP objetiva formar profissionais:
•    Atuantes nas expressões da questão social, formulando e implementando propostas de intervenção para seu enfrentamento, com capacidade de contribuir para o desenvolvimento do exercício da cidadania e a inserção criativa e propositiva dos usuários do Serviço Social no conjunto das relações sociais e no mercado de trabalho;
•    Comprometidos com os valores e princípios norteadores do Código de Ética Profissional do Assistente Social e da Lei de Regulamentação da Profissão de Serviço Social;
•    Críticos, criativos e comprometidos, instigando-os à compreensão das questões sociais, à elaboração de propostas, bem como, ao domínio de um instrumental técnico-operativo que possibilite a intervenção competente na realidade social.

PERFIL DO EGRESSO

O Egresso do Curso de Serviço Social da Faculdade Nossa Senhora Aparecida - FANAP será um profissional apto a atuar nas expressões da questão social, formulando e implementando propostas de intervenção para seu enfrentamento, com capacidade de promover o exercício pleno da cidadania e a inserção criativa e propositiva dos usuários do Serviço Social no conjunto das relações sociais e no mercado de trabalho. 
O Curso de Serviço Social da Faculdade Nossa Senhora Aparecida - FANAP formará Assistentes Sociais, consoante ao estabelecido na Lei 8.662/93 que regulamenta a profissão de Assistente Social, ao Código de Ética da Profissão e, ainda, aos princípios e as diretrizes estabelecidas pela Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social? ABEPSS, e, finalmente, ao regulamentado pelo Conselho Nacional de Educação, mediante as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso, Resolução CNE/CES nº. 15/02 de 18/12/2002, publicada no DOU em 09/04/2002.
Em sua atividade, o egresso do Curso de Graduação em Serviço Social da Faculdade Nossa Senhora Aparecida - FANAP analisará e compreenderá a dinâmica social e as dificuldades individuais, grupais e comunitárias; mobilizará potenciais políticos e institucionais que apontem para a superação dos problemas, articulando um conjunto de serviços públicos e de defesa e garantia dos direitos de cidadania. Poderá ainda operar no campo da gestão e avaliação de políticas sociais. 
O Assistente Social desenvolverá suas atividades, predominantemente, junto aos segmentos sociais pauperizados, objetivando garantir o acesso aos direitos sociais. Seu trabalho consiste no desenvolvimento de pesquisas, planejamento, organização e gestão dos serviços sociais; na assessoria aos programas ou projetos de caráter sócio-educativo; na produção de conhecimentos acerca da realidade social nos vários campos nos quais atua; na gestão de políticas de pessoal em empresas, sindicatos, instituições ou organizações públicas e privadas e nos movimentos sociais.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O egresso do Curso de Graduação em Serviço Social da Faculdade Nossa Senhora Aparecida - FANAP poderá atuar como pesquisador em instituições de ensino superior; assim como em instituições que integrem a rede de serviços sociais que viabilizam direitos, tais como: hospitais, unidades básicas de saúde, centro de especialidades, centro de referência de assistência social, Ministérios Públicos, Tribunais de Justiça, penitenciárias, escolas, organizações não governamentais, conselhos de direitos e entidades assistenciais. Poderá atuar de forma autônoma, em empresa própria ou prestando consultoria.

 

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Bacharelado

Duração do curso: 08 (oito) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 100 vagas anuais

Denominação do curso: Bacharelado em Serviço Social

Curso autorizado pela Portaria SERES, 97 de 1 de abril de 2016

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Prof. M.ª Maria Disselma Torres de Arruda  |  E-mail: coord.ss@fanap.br

 
 
 
 
 
 

 

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

O Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (CSTADS) da FANAP foi concebido com base na Resolução CNE/CP nº 03/2002, que instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Organização e o Funcionamento dos Cursos Superiores de Tecnologia; nos Pareceres CNE/CES nº 436/2001 e CNE/CP nº 29/2002, homologados pelo Ministro da Educação em 12 de dezembro de 2002; e no Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia.

OBJETIVO GERAL

O Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (CSTADS) visa capacitar o acadêmico para analisar, projetar, documentar, especificar, testar, implantar e manter sistemas computacionais de informação e, ainda, para a criação de condições de articular, mobilizar e colocar em ação conhecimentos, habilidades, valores e atitudes para responder, de forma original e criativa, com eficiência e eficácia, aos desafios e requerimentos do mundo do trabalho.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Analisar, projetar e implantar sistemas computacionais;

Incentivar a produção e a inovação científico-tecnológica, e suas respectivas aplicações no mundo do trabalho;

Desenvolver competências profissionais tecnológicas, gerais e específicas, para a gestão de processos e de serviços;

Desenvolver Softwares e Sistemas de Informações para as empresas;

Promover a capacidade de continuar aprendendo e de acompanhar as mudanças nas condições de trabalho, bem como propiciar o prosseguimento de estudos em cursos de pós-graduação.

PERFIL DO EGRESSO

O egresso do Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da FANAP será um profissional qualificado para analisar, projetar, documentar, especificar, testar, implantar e manter sistemas computacionais de informação.

O Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas trabalhará, também, com ferramentas computacionais, equipamentos de informática e metodologia de projetos na produção de sistemas, sendo fundamental à sua atuação o raciocínio lógico, o emprego de linguagens de programação e de metodologias de construção de projetos, a preocupação com a qualidade, usabilidade, robustez, integridade e segurança de programas computacionais.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas analisa, projeta, documenta, especifica, testa, implanta e mantém sistemas computacionais de informação. Este profissional trabalha, também, com ferramentas computacionais, equipamentos de informática e metodologia de projetos na produção de sistemas.

Entre as atuações que Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas estão:

Analista de Sistemas;

Analista de Bancos de Dados;

Desenvolvedor Web;

Gestor de Projetos;

Gestor de Tecnologia da Informação;

Gestor de Desenvolvimento;

Analista e Projetista de Sistemas.

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Superior Tecnológico

Duração do Curso: 5 (cinco) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 100 vagas anuais

Denominação do Curso: Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Curso Reconhecido pela Portaria SERES Nº 194, de 10/05/2013 – DOU 14/05/2013, e renovado o Reconhecimento pela Portaria SERES Nº 1.093 DE 24/12/2015 – DOU 30/12/2015.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Profa. M.ª Maria Rita Almeida Gonzaga  |  E-mail: mariarita@fanap.br

 
 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

RITA - Revista de Informática Teórica e Aplicada

CCUEC Unicamp - Revista de Informação e Tecnologia

BDBComp - Biblioteca Digital Brasileira de Computação

SBC - Sociedade Brasileira de Computação

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

A região de Aparecida de Goiânia experimenta grande crescimento populacional e econômico, gerando a necessidade de profissionais qualificados para o trabalho específico na área de gastronomia, assim a Faculdade Nossa Senhora Aparecida oferta o Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia.
Levando-se em conta a grande expansão econômica e especialmente turística que ocorre na região de inserção da Faculdade Nossa Senhora Aparecida - FANAP, os anseios e as expectativas da comunidade de Aparecida de Goiânia e região, trazem para o Tecnólogo em Gastronomia, egresso da IES, a oportunidade de rápido crescimento profissional em um ramo de atividade altamente promissor e carente de profissionais competentes para o enfrentamento de tantos desafios, principalmente na sua região de inserção.
Atualmente, além da preocupação em obtermos uma alimentação saudável e eficiente, ou seja, que seja bem equilibrada, com boa aparência, rica em substâncias benéficas, também é de fundamental importância considerar que esta seja totalmente livre de agentes (agrotóxicos, bactérias, entre outros) causadores de doenças que afetam a saúde de quem a consome. Para isso, são necessários cuidados especiais diante das principais fontes contaminantes dos alimentos.

OBJETIVO GERAL

Suprir uma demanda de profissionais capacitados e especializados na área da Gastronomia, contribuindo para a qualidade e produtividade do trabalho das produções culinárias, no município, na região de inserção da Faculdade Nossa Senhora Aparecida - FANAP e no Estado de Goiás.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

I – Quanto ao Planejamento:

a) Identificar e dimensionar equipamentos, móveis e utensílios para a montagem de estabelecimentos de alimentação;

b) Planejar atividades de produção de alimentos;

c) Planejar cardápios;

d) Organizar critérios de qualidade de matérias-primas e fornecedores;

e) Participar do planejamento de sistemas de coleta e disposição final de resíduos sólidos e líquidos;

f) Planejar e promover eventos culturais em gastronomia;

g) Planejar e executar controles na área de produção.

 

II – Quanto à Operacionalização:

a) Identificar e classificar matérias-primas utilizadas em culinária;

b) Utilizar métodos de pré-preparo e de preparo adequados aos ingredientes, considerando os aspectos culturais, nutricionais e sensoriais;

c) Identificar e utilizar equipamentos e utensílios com segurança;

d) Implantar e aplicar as Boas Práticas na manipulação, produção e conservação de alimentos;

e) Elaborar e apresentar as preparações de acordo com a tipologia de serviços;

f) Implantar serviços de alimentos e bebidas;

g) Aplicar ferramentas da tecnologia da informação;

h) Aplicar a legislação, as políticas e as normas técnicas;

i) Transformar as idéias e projetos em produtos e serviços na área da gastronomia, com visão empreendedora.

 

III – Quanto à Gerência:

a) Gerenciar serviços de alimentos e bebidas em empresas de hospedagem, restaurantes (comerciais e industriais), bares, buffets, refeições transportadas e hospitais e afins.

b) Participar de equipes multidisciplinares interagindo critica e criativamente;

c) Dimensionar equipes e escala de trabalho;

d) Participar dos processos de seleção de pessoal;

 

IV – Quanto à Supervisão:

Supervisionar, organizar e controlar serviços, compras, estoque de alimentos e de materiais, manutenção e pessoal.

PERFIL DO EGRESSO

O Tecnólogo em Gastronomia, egresso do Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia da Faculdade Nossa Senhora Aparecida - FANAP será o profissional apto a conceber, planejar, gerenciar e operacionalizar produções culinárias, atuando nas diferentes fases dos serviços de alimentação e bebidas, com domínio da história dos alimentos, da cultura dos diversos países e da ciência dos ingredientes, além da criatividade e atenção à qualidade são essenciais nesta profissão, em que o alimento é uma arte. Ocupar-se-á das atividades de gestão com conhecimentos cientificamente embasados, tecnicamente capacitados, com visão crítico-decisória e humanística; dinâmico e criativo, com capacidade para atuar em equipe, promover a inovação tecnológica, com comportamento ético pautado em ações pró-ativas com responsabilidade sócio-ambiental e de promoção das relações étnico-raciais positivas.
Os três focos da Hospitalidade (alimentar, entreter e receber) relacionam-se ao alimento em seu contexto social, cultural e restaurativo. Nessa perspectiva, buscou-se inserir dois desses focos no Curso - o alimentar e o receber, com o desenvolvimento das respectivas competências, habilidades e atitudes no egresso.
Ao egresso do curso caberá o compromisso de manter-se atualizado, compartilhando e disseminando conhecimentos sobre gastronomia nas organizações.
O egresso do Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia da Faculdade Nossa Senhora Aparecida - FANAP deverá demonstrar comportamento ético, que supõe respeito, compromisso com o outro, sigilo nas relações profissionais, honestidade e sociabilidade em relação ao público envolvido na sua atividade profissional. 
Iniciativa e responsabilidade em relação à atividade profissional fazem parte do perfil do egresso, capaz de empreender e desenvolver competências para a inovação e a criação de alternativas para toda e qualquer situação na área da gastronomia. O domínio das ferramentas e tecnologias específicas preparará o aluno para sua colocação profissional na área.
Competências e Habilidades
A partir do desenvolvimento de competências e habilidades estará garantida ao cidadão a formação e informação - métodos e meios, para que o aluno possa compreender e aperfeiçoar a capacidade de "aprender a aprender", estimulando sua autoconfiança, sua sensibilidade, determinação, nível de organização pessoal e profissional; o que alicerçará sua habilidade de trabalho em equipe e facilidade de adaptação a contextos novos, sua criatividade, espírito inovador, poder de liderança e decisão, confiabilidade e habilidade comunicativa, capacidade de síntese, de promoção das relações étnico-raciais positivas, de crítica e de inovação, além de sua atualização tecnológica.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O Tecnólogo em Gastronomia tem como locais de atuação, como profissional autônomo ou em empresas, restaurantes (comerciais e industriais), bares, lanchonetes, empresas de hospedagem, clubes, catering, bufês, hospitais, entre outras.

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Superior Tecnológico

Duração do curso: 4 (quatro) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 100 vagas anuais

Denominação do curso: Tecnológico em Gastronomia

Autorizado pela Portaria SERES nº 564, de 27/09/2016, publicada no D.O.U em 28/09/2016

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

 

 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

O PPC de Tecnologia em Gestão Ambiental está em consonância com o Projeto Pedagógico Institucional – PPI e com o Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI da FANAP.

O curso está em consonância com a necessidade contínua de adequação às tendências contemporâneas de construção de itinerários de profissionalização, e de trajetórias formativas e de atualização permanente, de acordo com a realidade laboral dos novos tempos.

A FANAP, com o Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental,visa capacitar o aluno para o desenvolvimento de competências profissionais que se traduzem nas aplicações da área de Gestão Ambiental, criando condições para articular, mobilizar e colocar em ação conhecimentos, habilidades, valores e atitudes para responder, de forma original e criativa, com eficiência e eficácia, aos desafios e requerimentos do mundo do trabalho.

OBJETIVO GERAL

O Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da FANAPtem como objetivo geralfornecer formação tecnológica na área de Gestão Ambiental, capacitando o egresso para as atividades de planejamento, gerenciamento e execução de atividades de diagnóstico, avaliação de impacto, proposição de medidas mitigadoras – corretivas e preventivas, recuperação de áreas degradadas, acompanhamento e monitoramento da qualidade ambiental.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Atender a uma demanda regional e nacional por profissionais qualificados na área de Gestão Ambiental, aptos a atuar nos campos de atuação profissional;
Propiciar embasamento teórico e prático necessário para as atividades de planejamento, gerenciamento e execução de atividades de diagnóstico, avaliação de impacto, proposição de medidas mitigadoras – corretivas e preventivas, recuperação de áreas degradadas, acompanhamento e monitoramento da qualidade ambiental;
Desenvolver as competências e habilidades descritas para o egresso do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental;
Propiciar a compreensão e a avaliação dos impactos sociais, econômicos e ambientais resultantes da produção, gestão e incorporação de novas tecnologias na área de Gestão Ambiental;
Incentivar o desenvolvimento da capacidade empreendedora e da compreensão dos processos tecnológicos na área de Gestão Ambiental;
Aprimorar habilidades profissionais para o enfrentamento cotidiano e estratégico das contingências da área de Gestão Ambiental;
Disseminar conhecimentos que possibilitem ao aluno resolução de situações com flexibilidade e adaptabilidade diante de problemas detectados;
Desenvolver visão estratégica, atitude empreendedora, postura ética, postura de inovação, valorização da responsabilidade social, busca constante do conhecimento e espírito empreendedor;
Desenvolver habilidades para atuar em equipe e de forma interativa, em prol dos objetivos comuns e compreensão da complementaridade das ações coletivas;
Incentivar a produção e a inovação científico-tecnológica, e suas respectivas aplicações no mundo do trabalho;
Adotar aflexibilidade, a interdisciplinaridade, a contextualização, a atualização com o mundo do trabalho e articulação da teoria com a prática no Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental;
Desenvolver no egresso a capacidade de continuar aprendendo e de acompanhar as mudanças nas condições de trabalho, bem como dar prosseguimento aos estudos em cursos de pós-graduação.

PERFIL DO EGRESSO

O Eixo Tecnológico “Ambiente e Saúde” compreende tecnologias associadas à melhoria da qualidade de vida, à preservação da natureza e à utilização, desenvolvimento e inovação do aparato tecnológico de suporte e atenção à saúde. Abrangem ações de proteção e preservação dos seres vivos e dos recursos ambientais, do controle e avaliação de risco, programas de educação ambiental. Tais ações vinculam-se ao suporte de sistemas, processos e métodos utilizados na análise, diagnóstico e gestão, provendo apoio aos profissionais da saúde nas intervenções no processo saúde-doença de indivíduos, bem como propondo e gerenciando soluções tecnológicas mitigadoras e de avaliação e controle dos recursos naturais. Pesquisa e inovação tecnológica, constante atualização e capacitação, fundamentadas nas ciências da vida, nas tecnologias físicas e nos processos gerenciais são características comuns deste eixo.

O egresso do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da FANAP será um profissional especializado no planejamento, gerenciamento e execução de atividades de diagnóstico, avaliação de impacto, proposição de medidas mitigadoras – corretivas e preventivas, recuperação de áreas degradadas, acompanhamento e monitoramento da qualidade ambiental.

Regulação do uso, controle, proteção e conservação do meio ambiente, avaliação de conformidade legal, análise de impacto ambiental, elaboração de laudos e pareceres são algumas das atribuições do egresso do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da FANAP, podendo elaborar e implantar ainda políticas e programas de educação ambiental, contribuindo assim para a melhoria da qualidade de vida e a preservação da natureza.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O Tecnólogo em Gestão Ambiental é um profissional apto a atuar como especialista no manejo do meio ambiente. A área de Gestão Ambiental encontra grande oferta de postos de trabalho, nesse cenário em que as empresas conscientizaram-se da necessidade de modernização de procedimentos, para fazer frente à exigência legal, cada vez mais acentuada, por qualidade dos serviços prestados, pelo monitoramento dos dejetos industriais, pelas boas práticas de tratamento de resíduos como diferencial de competitividade, tanto social, quanto de mercado.

As ações de preservação do meio ambiente demonstrada por programas e projetos da empresa contribuem para a sua classificação no cenário de mercado e das políticas de preservação e conservação do meio ambiente.

O Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental da FANAP busca a formação de profissionais preparados para as necessidades específicas desse mercado; a partir do desenvolvimento de competências, habilidades e atitudes exigidas pela sociedade contemporânea.

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Superior Tecnológico

Duração do Curso: 4 (quatro) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 100 vagas anuais

Denominação do Curso: Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental

Autorizado pela Portaria SERES nº 338, de 29 de maio de 2014.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Profa. M.ª Nadja Fernandes Raful  |  E-mail: nadjafernandes@fanap.br

 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

O Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial da FANAP foi concebido com base na Resolução CNE/CP nº 03/2002, que instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Organização e o Funcionamento dos Cursos Superiores de Tecnologia; nos Pareceres CNE/CES nº 436/2001 e CNE/CP nº 29/2002, homologados pelo Ministro da Educação em 12 de dezembro de 2002; e no Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia, aprovado pela Portaria MEC 10/2006, de 28 de julho de 2006, com base no artigo 5º, parágrafo 3º, do Decreto 5.773/2006 de 09 de maio de 2006.

OBJETIVO GERAL

Formar o gestor comercial qualificado, que compreenda a realidade competitiva das transações comerciais e utilize o planejamento estratégico, econômico, financeiro e tributário de empresas, com a finalidade de criar e manter o relacionamento com os clientes e, consequentemente, promover a melhoria dos resultados dos negócios.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Capacitar profissionais para transações comerciais;
Propiciar embasamento teórico e prático, necessário à elaboração de estratégias comerciais que atraiam e mantenham clientes;
Desenvolver os conhecimentos comerciais, a partir de novos modelos da administração de vendas;
Disseminar técnicas e conhecimentos que permitam o planejamento, operação, implementação e atualização de sistemas comerciais;
Disseminar conhecimentos que possibilitem ao aluno a resolução de situações, com flexibilidade e adaptabilidade, diante de problemas detectados;
Desenvolver habilidades para atuar em equipe e, de forma interativa, em prol dos objetivos comuns, a partir da compreensão da complementaridade das ações coletivas;
Aprimorar habilidades profissionais, para o enfrentamento cotidiano e estratégico das contingências da área comercial;
Desenvolver visão estratégica, postura de inovação e espírito empreendedor;
Contribuir para o incremento da formação profissional de recursos humanos qualificados, capazes de orientar, analisar e aplicar as ferramentas comerciais;
Contribuir para a elevação dos níveis de eficiência, eficácia e efetividade na aplicação de novas tecnologias relacionadas com as transações comerciais.

PERFIL DO EGRESSO

O mercado de trabalho para o egresso do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial da FANAP é focado na área comercial das organizações. Os futuros tecnólogos, poderão estudar as diversas formas de atuações comerciais das empresas, sejam elas, no varejo, atacado ou em representações.  Como conhecedor das condições de viabilidade econômico-financeiro-tributária, dos instrumentos de relacionamento com o cliente, dos princípios da qualidade, atuando planejamento, operação, implementação e atualização de sistemas de informações comerciais que proporcionem maior rentabilidade e flexibilidade ao processo de comercialização. Os egressos poderão exercer no mercado de trabalho local os seguintes postos/ocupações/funções: consultor comercial, assessor, assistente, coordenador, representante comercial, supervisor comercial, gerente comercial e diretor comercial. Poderão, ainda, atuar em negócio próprio, nos mais variados setores da atividade econômica. O Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial representa uma oportunidade de rápido crescimento profissional em uma área de atividade altamente necessária e, ainda, carente de profissionais competentes.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

-Dirigir área comercial/vendas das organizações;
-Gerenciar as áreas: comercial e de vendas das organizações;
-Gerenciar e supervisionar equipe de vendas;
-Supervisionar área comercial/vendas de organizações;
-Representar, comercialmente, as empresas;
-Prestar consultoria e assessoria comercial em organizações;
-Planejar atividades comerciais para fins estratégicos;
-Outras atividades correlatas à área comercial.

 

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Superior Tecnológico

Duração do Curso: 4 (quatro) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 200 vagas anuais

Denominação do Curso: Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial

Autorizado pela Portaria SERES nº 539, de 23/10/2013 – DOU 25/10/2013.

Reconhecido pela Portaria SERES nº 250, de 30/06/2016 – DOU 01/07/2016.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Prof. M.e Durval Barbosa de Araújo  |  E-mail: durval@fanap.br

 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

REMARK-Revista Brasileira de Marketing

RAC - Revista de Administração Conteporânea

Revista Marketing

Revista Brasileira de Pesquisas de Marketing Opnião e Mídia

Revista Brasileira de Gestão de Negócios - RBGN

READ - Revista Eletrônica de Administração

RACE - Revista de Administração, Contabilidade e Economia

RAI - Revista de Administração e Inovação

Negócios e Tecnologia da Informação

Gestão e Tecnologia

Revista Brasileira de Pesquisa de Marketing, Opnião e Mídia

Análise PUC-RS

Economia Aplicada

Estudos Econômicos

Gestão Org. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional  

Gestão de Planejamento

Indicadores Econômicos FEE

Organizações Rurais & Agroindustriais

Planejamento e Políticas Públicas PPP - Ipea

RAC Eletrônica

Revista de Administração de Empresas

RAM Revista de Administração Mackenzie

Revista Brasileira de Economia

Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios

Revista de Administração Pública - RAP

Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

O Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da FANAP tem como finalidade formar profissionais altamente qualificados e capacitados em analisar e implementar modelos de gestão em Recursos Humanos. Por meio de técnicas de gerenciamento de pessoas. Atentos à realidade da sociedade e das empresas.

O Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da FANAP foi concebido com base na Resolução CNE/CP nº 03/2002, que instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Organização e o Funcionamento dos Cursos Superiores de Tecnologia; nos Pareceres CNE/CES nº 436/2001 e CNE/CP nº 29/2002, homologados pelo Ministro da Educação em 12 de dezembro de 2002; e no Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia, aprovado pela Portaria MEC 10/2006, de 28 de julho de 2006, com base no artigo 5º, parágrafo 3º, do Decreto 5.773/2006 de 09 de maio de 2006.

OBJETIVO GERAL

Formar o gestor de Recursos Humanos com habilidades e competências para analisar, aperfeiçoar e implementar modelos de gestão de Recursos Humanos.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Compreender as teorias de motivação e de liderança e técnicas de grupos;
Compreender e analisar as economias de mercado nos contextos: local, nacional e internacional;
Desenvolver e gerenciar planos de carreira e renumeração nas empresas;
Dominar as técnicas de gerenciamento, fundamentos e direito aplicado à gestão de pessoas e às tecnologias da informação de recursos humanos;
Elaborar planos de recrutamento, seleção, avaliação, treinamento, manejo e retenção de pessoal;
Implementar programas de qualidade de vida no trabalho, segurança do trabalho e saúde ocupacional nas empresas;
Ter capacidade de negociar e mediar conflitos nas empresas, compreendendo as relações interpessoais e as rotinas pessoais nas empresas;
Planejar atividades institucionais que envolvam questões voltadas para Educação Ambiental e Relações Étnico-Raciais.
Ser ético em sua conduta profissional, atento aos direitos humanos e da cidadania.

PERFIL DO EGRESSO

O Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da FANAP visa formar profissionais com competência técnica, para atuar no mercado, como consultor de recrutamento e seleção, assistente de departamento de pessoal, assistente e/ou supervisor de cargos, salários e benefícios, assistente e/ou gestor de conflitos, analista de treinamento e de recursos humanos, desenvolvimento e comportamento institucional, como ainda, gerente de recursos humanos, entre outras atribuições.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

Segundo o Catálogo Nacional de Cursos Tecnológicos, o tecnólogo em Gestão de recursos Humanos atua no planejamento e gerenciamento dos subsistemas de gestão de pessoas, tais como: recrutamento e seleção, cargos e salários, treinamento e desenvolvimento, avaliação de desempenho, rotinas de pessoal, benefícios, gestão de carreiras e sistema de informação de recursos humanos.  Este profissional promove o desenvolvimento de competências relacionadas ao comportamento nos níveis individual (motivação), de grupo (negociação, liderança, poder e conflitos) e organizacional (cultura, estrutura e tecnologias), catalisando os processos de elaboração de planejamento estratégico, programas de qualidade de vida no trabalho e avaliação do clima organizacional.

 

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Superior Tecnológico

Duração do Curso: 4 (quatro) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 100 vagas anuais

Denominação do Curso: Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

Autorizado pela Portaria SERES nº 537, de 23/10/2013 – DOU 25/10/2013.

Reconhecido pela Portaria SERES nº 250, de 30/06/2016 – DOU 01/07/2016.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Prof. M.e Durval Barbosa de Araújo  |  E-mail: durval@fanap.br

 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

Associação Brasileira de Recursos Humanos

Portal dos Profissionais de Recursos Humanos

O mais completo portal de Recursos Humanos

REAd- Revista Eletrônica de Administração

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

O Curso Superior de Tecnologia em Logística é focado nas características do mercado e da sociedade deste novo milênio, um cenário marcado pelas frequentes mudanças impostas pela globalização, pela escassez dos recursos naturais, pela evolução dos meios de comunicação e pelas novas técnicas de produção, assim as organizações identificarem a necessidade de adequar seus profissionais às novas exigências impostas pelo mercado e pela sociedade contemporânea.

É importante ressaltar que o termo “Logística” significa saber dispor a mercadoria ou o serviço certo, no lugar certo e nas condições desejadas, ao mesmo tempo em que promove a maior contribuição ao negócio.

Essa formação específica possibilitará ao aluno a atuação, o entendimento e aplicação das principais ferramentas da Logística, tais como: planejamento, operação, transporte, armazenagem, produção, movimentação, custos, controle e avaliação de atividades referentes à Gestão dessa área.

OBJETIVO GERAL

Este curso tem por objetivo capacitar: profissionais tecnólogos em Logística, para o exercício da administração e da gestão junto às organizações dos diferentes setores da economia e do mercado, para incrementar os níveis de qualidade , produtividade, legitimidade e de competitividade das organizações e do meio.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

1 - Criar condições para o desenvolvimento de atitudes e de técnicas para a compreensão, por parte de cada participante do curso, da importância da visão e do raciocínio estratégicos na definição e implementação dos princípios básicos que fundamentam a logística empresarial;
2 - Permitir o conhecimento, a compreensão e as formas de utilização, no dia a dia dos instrumentos e das técnicas modernas pertencentes à Matriz Curricular do Curso;
3 - Criar condições para o desenvolvimento de uma postura de autocrítica permanente, de modo a que a qualificação proposta e as novas formas de procedimentos daí decorrentes sejam uma constante na vida profissional e no ambiente dos empreendimentos;
4 - Incentivar a postura empreendedora nos participantes do Curso;
5 - Incentivar os participantes do Curso a elaborarem e executarem planos de desenvolvimento, visando a melhoria da qualidade de vida e a sobrevivência dos empreendimentos;
6 – Ressaltar o papel estratégico da administração e da gestão de empreendimentos, na definição de projetos empresariais e sociais;
7 - Incentivar a adoção de novas atitudes e práticas, compatíveis com os novos comportamentos que possibilitem a transferência do aprendizado para o desenvolvimento grupal, no âmbito dos mais diversificados tipos de empreendimentos e negócios.

PERFIL DO EGRESSO

‑Capacidade de acompanhar a evolução e as tendências na área da Logística;
‑Emprego da legislação que regula as atividades que dizem respeito à Logística;
‑Valorização dos sistemas de informação e escolha da melhor opção logística frente às exigências do mercado, presente especificamente no curso;
‑Identificação das variáveis de custos que interferem num plano estratégico de Logística;
‑Valorização das pessoas como recurso estratégico para o gerenciamento da Logística;
‑Utilização das ferramentas de pesquisa, como subsídio na tomada de decisão;
‑Associação a atuação da Logística à obtenção de resultados reais e mensuráveis;
‑Elaboração de planos estratégicos de Logística, planejando as atividades de cada setor de trabalho, visando a agregação de valor aos resultados;
‑Avaliação e compreensão dos novos meios de se trabalhar com a Logística, buscando sempre o aperfeiçoamento do trabalho.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O mercado de trabalho para o egresso do Curso Superior de Tecnologia em Logística, da Faculdade Nossa Senhora Aparecida, é bastante amplo. O futuro Tecnólogo em Logística poderá atuar como gestor, analista, coordenador, supervisor e assistente de logística; assessor de equipes gestoras; consultor em planejamento estratégico de logística; analista logístico; coordenador da cadeia de suprimentos; gerente de suprimentos; superintendente de logística e de planejamento logístico; formulador de políticas logísticas; gerente de custos logísticos; operadores logísticos nacionais e internacionais; planejador de atividades logísticas e estratégicas. O Curso Superior de Tecnologia em Logística representa uma oportunidade de rápido crescimento profissional em um ramo de atividade altamente promissor e, ainda, carente de profissionais competentes.

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Superior Tecnológico

Duração do Curso:  4 (quatro) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 100 vagas anuais

Denominação do Curso: Curso Superior de Tecnologia em Logística

O Curso Superior de Tecnologia em Logística da FANAP é reconhecido pela Portaria SERES nº 301, de 28/12/2012– DOU em 31/12/2012, renovado o reconhecimento pela Portaria SERES nº 697, de 17/11/2014 – DOU em 18/11/2014.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

E-mail: coord.logistica@fanap.br

 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

 

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

O objetivo geral do Curso Superior de Tecnologia em Marketing da FANAP é formar profissionais qualificados, que compreendam a realidade competitiva dos negócios e utilizem o instrumental mercadológico de modo a inserir, com competência, os produtos e serviços oferecidos pelas empresas em seus respectivos mercados de atuação, atraindo e mantendo clientes.

O Curso Superior de Tecnologia em Marketing da FANAP foi concebido com base na Resolução CNE/CP nº 03/2002, que instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Organização e o Funcionamento dos Cursos Superiores de Tecnologia; nos Pareceres CNE/CES nº 436/2001 e CNE/CP nº 29/2002, homologados pelo Ministro da Educação em 12 de dezembro de 2002; e no Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia, aprovado pela Portaria MEC 10/2006, de 28 de julho de 2006, com base no artigo 5º, parágrafo 3º, do Decreto 5.773/2006 de 09 de maio de 2006.

O desenvolvimento do Curso Superior de Tecnologia em Marketing pauta-se nos seguintes princípios:
incentivo ao desenvolvimento da capacidade empreendedora e da compreensão do processo tecnológico, em suas causas e efeitos;
desenvolvimento de competências profissionais tecnológicas, gerais e específicas, para a gestão de processos e de serviços;
difusão do conceito de sustentabilidade, a partir da compreensão e da avaliação dos impactos sociais, econômicos e ambientais resultantes da produção, gestão e incorporação de novas tecnologias;
promoção da capacidade de continuar aprendendo e de acompanhar as mudanças nas condições de trabalho, bem como, propiciar o prosseguimento de estudos em cursos de pós–graduação;
adoção da flexibilidade, da interdisciplinaridade, da contextualização e da atualização permanente do curso e de seu currículo;
garantia da identidade do perfil profissional de conclusão de curso e da respectiva organização curricular.

OBJETIVO GERAL

Formar profissionais qualificados, que compreendam a realidade competitiva dos negócios e utilizem o instrumental mercadológico, de modo a inserir, com competência, os produtos e serviços oferecidos pelas empresas, em seus respectivos mercados de atuação, atraindo e mantendo clientes, em atendimento às demandas da sociedade e do setor produtivo da região.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

São objetivos específicos do Curso:

Capacitar profissionais para a área de Marketing, em níveis de maiores eficiência e eficácia;
Propiciar embasamento teórico e prático, necessário à elaboração de estratégias de vendas que atraiam e mantenham clientes;
Desenvolver os conhecimentos mercadológicos, a partir de novos enfoques e modernas técnicas em Marketing;
Disseminar técnicas e conhecimentos que permitam o planejamento, o desenvolvimento e a operacionalização comercial quanto à divulgação e à promoção de produtos e serviços;
Disseminar conhecimentos que possibilitem ao aluno a resolução de situações, com flexibilidade e adaptabilidade, diante de problemas detectados;
Desenvolver habilidades para atuar em equipe e, de forma interativa, em prol dos objetivos comuns a partir da compreensão da complementaridade das ações coletivas;
Aprimorar habilidades profissionais, para o enfrentamento cotidiano e estratégico das contingências da área de Marketing;
Desenvolver visão estratégica, postura de inovação e espírito empreendedor;
Contribuir para o incremento da formação profissional de recursos humanos qualificados, capazes de orientar, analisar e aplicar as ferramentas mercadológicas, enfrentando os desafios, não só comerciais, mas também, macro-econômicos;
Contribuir para a elevação dos níveis de eficiência, eficácia e efetividade na aplicação de novas tecnologias relacionadas com o Marketing;
Ajudar no desenvolvimento de atitudes necessárias ao desempenho da função profissional.

PERFIL DO EGRESSO

O mercado de trabalho para o egresso do Curso Superior de Tecnologia em Marketing da FANAP é bastante amplo.Os futuros tecnólogos poderão estudar os mercados de oferta e de demanda de bens, de serviços e informações e os reflexos desses mercados no ambiente organizacional como oportunidades negociais para as empresas. A tradução dos estudos de mercado para transformação em práticas gerenciais e operacionais é outra grande oportunidade para os profissionais desta área na região.Planejar e implementar práticas gerenciais em Marketing e de operacionalização de seus instrumentos, como pesquisa de Marketing, desenvolvimento e ajustamento de produtos, precificação, distribuição e logística, comunicação integrada e vendas constitui importante possibilidade para os tecnólogos desta área.A adaptação e a atualização de práticas gerenciais e operacionais no ambiente de Marketing é uma necessidade emergente na região. A especificação e a execução de projetos no âmbito gerencial e operacional de Marketing com base tecnológica própria e com tecnologias adquiridas auxiliam o desenvolvimento empresarial e enfrentar a concorrência de mercado.O desempenho de atividades de controle e avaliação de processos e procedimentos em pesquisa de Marketing, desenvolvimento e ajustamento de produtos, precificação, distribuição e logística, comunicação integrada e vendas constitui outro campo de trabalho importante.Os egressos poderão exercer no mercado de trabalho local os seguintes postos/ocupações/funções: consultor de Marketing, gerente nas diversas áreas de Marketing, assessor, assistente, diretor de Marketing em instituições públicas e privadas, gerente de produto de instituições públicas e privadas, supervisor de Marketing de instituições públicas e privadas. Poderão, ainda, atuar em negócio próprio (consultoria de Marketing) O Curso Superior de Tecnologia em Marketing representa uma oportunidade de rápido crescimento profissional em um ramo de atividade altamente promissor e ainda carente de profissionais competentes.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O profissional do Curso de Tecnologia em Marketing, poderá atuar na área mercadológica de organizações públicas e privadas, podendo: dirigir, gerenciar e supervisionar a área  comercial/vendas, prestar consultoria e assessoria em organizações, pesquisar e analisar o  mercado consumidor, mercado concorrente e  o mercado fornecedor, planejar atividades mercadológicas para fins estratégicos, outras atividades correlatas na área mercadológica.

 

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Superior Tecnológico

Duração do Curso:  4 (quatro) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 200 vagas anuais

Denominação do Curso: Curso Superior de Tecnologia em Marketing

Curso Reconhecido pela Portaria SERES nº 328, de 24/07/2013– DOU 25/07/2013, Renovado o Reconhecimento pela Portaria SERES nº 704, de 18/12/2013 – DOU 19/12/2013.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Prof. M.e Durval Barbosa de Araújo  |  E-mail: durval@fanap.br

 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

O Curso Superior de Tecnologia em Secretariado da FANAP tem como finalidade formar profissionais altamente qualificados, colaboradores do executivo, gerente ou administrador da empresa, com espírito empreendedor e criativo para repensar o escritório, tendo como ferramental teórico-prático, as evoluções tecnológicas e o equilíbrio entre os campos econômico e social. Proporcionando aos alunos conhecimentos, atitudes e habilidades que lhes darão condições para o exercício das atividades inerentes à função de secretariado.

OBJETIVO GERAL

Formar tecnólogos em Secretariado, com espírito empreendedor, criativos, versáteis e aptos a atuaremno mercado de trabalho, com conhecimentos específicos que possibilitem a atuação em todos os tipos de organização, inclusive em idioma estrangeiro e altamente qualificados a desenvolverem suas atividades em níveis gerenciais e de liderança, empregando os recursos tecnológicos existentes para o aprimoramento do processo administrativo.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Desenvolver as competências e habilidades necessárias ao planejamento, organização e supervisão de tarefas técnicas relativas à gestão de informações estratégicas e às atividades de secretariado;
Desenvolver habilidades linguísticas e interpessoais para a efetiva comunicação empresarial, com os públicos externo e interno;
Proporcionar o domínio do uso da língua portuguesa e da língua estrangeira (inglês ou espanhol), nas suas manifestações oral e escrita, em termos de recepção e produção de textos;
Formar assessores para a gestão, autoconfiantes, envolvidos em decisões e estratégias, para lidar e estabelecer vantagens competitivas, num mercado globalizado;
Proporcionar o conhecimento e o domínio de técnicas que possibilitem o adequado e racional funcionamento das atividades de assessoria para a gestão empresarial;
Possibilitar a experimentação de novas tecnologias para a eficácia organizacional;
Desenvolver habilidades de empreendedorismo e profissionalismo;
Promover a capacidade de atuar em equipes;
Desenvolver princípios éticos;
Proporcionar o desenvolvimento de competências e habilidades para o exercício profissional, de acordo com a dinâmica do mercado de trabalho.

PERFIL DO EGRESSO

O Curso de Tecnologia em Secretariado da FANAP visa formar profissionais com competência técnica, comunicação interpessoal, postura ética, visão holística, espírito empreendedor, criatividade e iniciativa. Portanto, o perfil desejado para o egresso deve oportunizar a capacitação e a aptidão para compreender as questões que envolvam sólidos domínios científicos, acadêmicos, tecnológicos e estratégicos, específicos de seu campo de atuação, assegurando eficaz desempenho de múltiplas funções, de acordo com as especificidades de cada organização, gerenciando com sensibilidade, competência e discrição o fluxo de informações e comunicações internas e externas.

O Tecnólogo em Secretariado da FANAP deve apresentar sólida formação, com capacidade de análise, interpretação e articulação de conceitos e realidades inerentes às funções gerenciais, tanto no âmbito do setor público, como no privado, estando apto para o domínio em outros ramos do saber, desenvolvendo postura reflexiva e crítica que fomente a capacidade de gerenciar processos e pessoas, com observância dos níveis de tomada de decisão, bem como, atuar nos níveis de comportamento micro, meso e macro-organizacional.

Do ponto de vista do mercado de trabalho, o profissional de Secretariado Organizacional está capacitado a atuar num mercado altamente competitivo e em constantes transformações. Pode atuar como Assessor, sendo o agente executor e multiplicador mais próximo dos centros de deliberações dos processos decisórios; como Gestor, exercendo as funções gerenciais, com capacidade de planejar, organizar, implantar e gerir programas de desenvolvimento ligados à sua área específica de atuação; como Empreendedor, promovendo as idéias e as práticas inovadoras, com competência para implantar resoluções alternativas e inovadoras, bem como, capacidade crítica, reflexiva e criativa; como Consultor, utilizando as novas tecnologias para transformar estratégias em vantagens competitivas, analisando criticamente as organizações, antecipando e promovendo suas transformações.

Para isso, o aluno terá no curso superior de Tecnologia em Secretariado da FANAP uma formação profissional teórico-prático sólida, que dará ao egresso, as seguintes competências e habilidades: 

capacidade de articulação, de acordo com os níveis de competências fixadas pelas organizações;
visão generalista da organização e das peculiares relações hierárquicas e intersetoriais;
exercício de funções gerenciais, com sólido domínio sobre planejamento, organização, controle e direção;
utilização do raciocínio lógico, critico e analítico, operando com valores e estabelecendo relações formais e causais entre fenômenos e situações organizacionais;
habilidade de lidar com modelos inovadores de gestão;
domínio dos recursos de expressão e de comunicação compatíveis com o exercício profissional, inclusive nos processos de negociação e nas comunicações interpessoais ou inter-grupais;
receptividade e liderança para o trabalho em equipe, na busca da sinergia;
adoção de meios alternativos, relacionados com a melhoria da qualidade e da produtividade dos serviços, identificando necessidades e equacionando soluções;
gerenciamento de informações, assegurando uniformidade e referencial para diferentes usuários;
gestão e assessoria administrativa, com base em objetivos e metas departamentais e empresariais;
capacidade de maximização e otimização dos recursos tecnológicos;
eficaz utilização de técnicas secretariais, com renovadas tecnologias, imprimindo segurança, credibilidade e fidelidade no fluxo de informações;
iniciativa, criatividade, determinação, vontade de aprender, abertura às mudanças, espírito empreendedor e, consciência das implicações e responsabilidades éticas do seu exercício profissional.
 Assim, o tecnólogo em Secretariado da FANAP, ao final do curso, estará habilitado a atuar em todos os serviços e funções que lhe confere a profissão. Munido dessa ampla bagagem, o profissional assessorará ,diretamente, a executivos e profissionais liberais, valendo-se de sua capacidade de organização, planejamento, controle e direção dos serviços administrativos e de informações.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

Segundo o Catálogo Nacional de Cursos Tecnológicos, o tecnólogo em Secretariado planeja e organiza os serviços de secretaria de centros decisórios de uma instituição. Aplicando conceitos e ferramentas tecnológicas específicas de assessoramento, de forma a otimizar os processos vinculados às suas atividades, assessorando executivos, diretores e suas respectivas equipes, planejando, organizando, implantando e executando atividades e metas da área, eventos, serviços protocolares, viagens, relações com clientes e fornecedores, comunicação e redação de textos técnicos, além de gerenciar informações.

INFORMAÇÕES GERAIS DO CURSO

Nível: Superior Tecnológico

Duração do Curso: 4 (quatro) semestres

Turno: matutino e noturno

Vagas: 100 vagas anuais (50 diurno / 50 noturno)

Denominação do Curso: Curso Superior de Tecnologia em Secretariado

Curso reconhecido pela Portaria SERES nº 321, de 28/12/2012 – DOU 31/12/2012.

Local de oferta: Campus FANAP Bela Morada (Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Quadra 01, Lote 01, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, CEP: 74.920-760, Conjunto Bela Morada – Aparecida de Goiânia – Goiás)

COORDENAÇÃO DO CURSO

Prof. M.e Durval Barbosa de Araújo  |  E-mail: durval@fanap.br

 
 
 
 
 

PERIÓDICOS CIENTÍFICOS

Federação Nacional das Secretárias e Secretários

Secret@riando - O Site do Profissional de Secretariado

Eficiência - A Revista do Secretariado

Fórum - Super Secretária Executiva

Endereço

Avenida Pedro Luiz Ribeiro, Chácara Santo Antônio, Gleba 04-A, Conjunto Bela Morada Aparecida de Goiânia, CEP: 74.920-760 Fone/Fax: (62) 3277-1000
Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Supera WebX